a carregar...
Fechar
Subscreva a nossa newsletter

É só registar-se! Recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente no seu e-mail. É gratuito.

"Leites vegetais" são ameaça séria

publicado em 08-05-2017

Comente!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Diversos líderes da indústria de laticínios reuniram-se na Conferência Anual da ADPI/ABI em Chicago na semana passada para discutir as perspectivas e desafios para a indústria de lácteos dos EUA, incluindo a crescente presença de alternativas à base de plantas.

"Penso que a ameaça é muito séria", disse o co-fundador e CEO da Select Milk Producers, Mike McCloskey. "Muitas pessoas roubaram a identidade do leite ao longo dos anos e nós, como uma indústria, ficamos parados e não respondemos como deveríamos.”

“Se pensa na palavra 'leite' como uma marca, eles roubaram a nossa marca, que realmente transmite o facto de que se trata de um poderoso produto cheio de nutrientes”, disse a co-presidente e CEO da Associated Milk Producers Inc., Sheryl Meshke.

A quota de mercado de produtos alternativos de origem vegetal é de aproximadamente 10% do tamanho do mercado de leite, com US$ 1,9 biliões em vendas em 2015, em comparação com US$ 17,8 biliões de vendas geradas pelos lácteos, de acordo com a Mintel.

No entanto, não é que os consumidores estejam especificamente a rejeitar o leite de vaca e seus derivados, a verdadeira questão reside na falta de inovação da indústria nos últimos anos, com exceção do iogurte grego, disse McCloskey.

"O consumidor não está à procura leite de origem vegetal, o consumidor está à procura de algum valor acrescentado e temos isso, mas não inovamos, promovemos e protegemos os benefícios para a saúde e o valor nutricional do leite como deveríamos.”
Segundo Meshke, a indústria deve transmitir mensagens transparentes e  conhecimento sobre o valor nutricional do leite dentro das marcas.

"Devemos ser mais relevantes para o consumidor millennial. Nós descobrimos que eles querem a história, eles querem a causa, eles querem saber mais sobre tudo". Meskhe destacou ainda que os benefícios para a saúde e o valor nutricional do leite deve ser a única forma de competir contra as ONGs "muito bem financiadas" de produtos vegetais.

As informações são do Dairy Reporter. 

Avalie este conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie o seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo no seu e-mail?

Receber os próximos comentários no meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento da MilkPoint.PT.

Consulte a nossa Política de Privacidade