ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Manifestação de produtores marca posição contra a Lactogal

Teve hoje lugar entre as 12h00 e as 14 horas, a manifestação de produtores de Leite junto à sede da Lactogal no Porto.

Centenas de produtores de leite, convocados e representados por dezenas de cooperativas e associações, decidiram manifestar a sua revolta e indignação frente à sede da Lactogal, face a mais uma descida do preço do leite ao produtor, poucos dias depois de ter sido também anunciada uma redução do leite recolhido, redução que devia servir para evitar a descida do preço. 

Segundo a Aprolep "a Lactogal pretende pagar esta redução da produção com o dinheiro que tira aos produtores que, com esforço e sacrifício, desejam continuar a produzir e alimentar Portugal com o bom leite português".  Acrescenta ainda "os lucros da Lactogal têm sido às dezenas de milhões, cerca de 44 milhões de euros no ano de 2017, que poderiam pagar mais 4 cêntimos por litro de leite se fossem encaminhados de forma justa para o produtor". 

Os produtores de leite não se podem conformar com a ausência atual de estratégia e liderança da Lactogal e desafiam as Cooperativas fundadoras a sentar-se à mesa e repensar o futuro da empresa, exigindo que o atual Presidente do Conselho de Administração da Lactogal apresente demissão. "Exigimos uma nova liderança da empresa, uma estratégia de cooperação, crescimento e inovação, o aumento urgente do preço do leite ao produtor e a redução dos salários milionários dos administradores", refere em comunicado, a direção da Aprolep. A Associação pede a demissão de Casimiro de Almeida, o presidente da administração da Lactogal, acusando-o de "ganhar 60 mil euros por mês", mas não saber preparar o setor para as "exigências do mercado" e deixar que as explorações encerrem.

Entretanto, a Proleite veio publicamente em comunicado, defender a redução da produção, atribuindo "o excesso da produção de leite na União Europeia e em Portugal que configura uma situação estrutural, sendo que a persistência do actual elevado nível de produção colocará em causa a sustentabilidade económica da actividade em Portugal", para concluir que "nos últimos anos, a produção de leite em Portugal tem sido sustentável devido ao modelo implementado há mais de 20 anos no sector, que passou pela constituição da Lactogal". A Proleite sublinha o pedido à tutela para que, "a exemplo do que aconteceu em Espanha", seja "mais activo" no que se refere à "promoção de uma cadeia de valor mais equilibrada, nomeadamente no que respeita à postura da grande distribuição".

 

Por sua vez, a Lactogal estranha o foco do protesto de hoje, considerando que o "grande desafio do setor, em Portugal, é competir com produtos provenientes de outras origens e com práticas de 'dumping' [abaixo do custo de produção] em produtos e categorias lácteas tão relevantes como o queijo, leite e iogurtes". Esclarece ainda, que mesmo sem a existência de quotas de produção desde 2015, "continua a receber e a pagar mais pela matéria-prima que compra, em relação à média de mercado. "Ainda este ano, a Lactogal continuou a pagar mais de 2,5 cêntimos por litro e, só a partir de agosto, reduziu um cêntimo ao preço de cada litro que paga às cooperativas, desconhecendo se os seus acionistas vão desvalorizar o pagamento do leite nesse valor ou não".

A Lactogal, empresa agroalimentar portuguesa especializada em laticínios e seus derivados, foi fundada em 1996 pela União das Cooperativas de Produtores de Leite Entre Douro e o Minho e Trás-os-Montes (AGROS), UCRL, a LACTICOOP - União das Cooperativas de Produtores de Leite entre Douro e Mondego, UCRL, e a PROLEITE/MIMOSA e tem o objetivo de produzir e comercializar nos mercados nacional e internacional laticínios e outros bens alimentares através das suas marcas.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.