FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

O que se pode considerar uma exploração leiteira sustentável?

Num encontro recente em Santiago de Compostela, o presidente do INLAC explicou a intenção da indústria láctea interprofissional de rever os critérios para a rotulagem de produtos lácteos sustentáveis. 

Este artigo resulta da adaptado do artigo original do Campo Galego, com as principais conclusões do evento.


Sustentabilidade

O termo "sustentável" deriva do relatório Brundtland preparado no âmbito da ONU, que em 1987, na sequência do consumismo excessivo do modelo económico no mundo, deu o alarme sobre a não sustentabilidade do sistema de produção. Este relatório foi definido como sistema sustentável aqueles que são capazes de atender às necessidades presentes, sem condicionar as das gerações futuras. A definição enfatiza a dimensão ambiental, social e económica que um sistema sustentável deve abranger.

Esta definição será a primeira a considerar ao desenvolver algo que seja definido como sustentável, e se falamos sobre produtos lácteos, os componentes sociais e ambientais também devem ser levados em consideração.

Após a definição emitida pelas Nações Unidas, surgiu um certo consenso em torno do termo e emergiu o triângulo da sustentabilidade, no qual cada um dos três vértices é ocupado por uma dessas palavras: ambiente, sociedade e economia, estabelecendo uniões entre eles que têm a ver com a eficiência no uso de recursos (economia-ecologia), equidade e salários (economia-sociedade) e segurança e respeito (sociedade-ecologia)

Na análise de um estudo sobre da estrutura da exploração leiteira (em Espanha) que decorre deste estudo, conclui-se que a grande maioria tem uma componente familiar muito forte na força de trabalho e que o tamanho aumentou fortemente.

As 16700 explorações abrangidas pelo estudo produzem 3,8 milhões de toneladas de leite por ano, resultando numa média de 220 toneladas por exploração. É claro que, dessas 16700, as 10000 (60%) de menor tamanho produzem apenas 0,8 MTm (20%) e os restantes 6700 (3%) 3 MTm (80%), representando um tamanho médio de produção de 447 Tm de leite / ano para este grupo.

Exigências dos consumidores

Já foi mencionado que uma das pedras angulares do triângulo da sustentabilidade é a área social. É por isso que é do maior interesse conhecer quais são as exigências e sensibilidades que os consumidores e, por extensão, toda a sociedade têm da nossa atividade.

Um estudo do Institut d'Élevage (França) foi publicado recentemente, no qual foi questionado aos consumidores franceses quais as suas preocupações com a produção de leite. Assim, o estudo reflete uma grande preocupação com a emissão de gases de efeito estufa, a competição no uso de alimentos entre a humanidade e os animais, a crescente preocupação com a intensificação da produção e o uso de antibióticos.


Assim, a INLAC destaca as várias características que se adequam ao conceito de sustentabilidade presentes nas explorações galegas:

- A produção de leite é baseada em explorações familiares com uma alta auto-suficiência de proteína e forragem que lhes confere uma alta resiliência às volatilidades dos preços.

- As explorações familiares trazem uma série de intangíveis altamente apreciados pela sociedade, como a preservação da paisagem, a manutenção da vida rural e a luta contra incêndios. Por outro lado a capacidade dos ruminantes para extrair energia e proteínas de fontes vegetais ricas em celulose, em comparação com outras espécies monogástricas que requerem menos alimentos fibrosos e amiláceos, potencialmente consumíveis pelos humanos.

- A melhoria da eficiência no sistema de produção de leite sempre levará a melhorias económicas e ambientais. Quanto mais proteína gerar na exploração sem usar azoto sintético, menos emissões de gases de efeito estufa terá e menor dependência das importações de alimentos. A auto-suficiência em proteína da forragem são conceitos a serem considerados ao falar sobre sustentabilidade.

Uma produção baseada em recursos próprios, com explorações familiares de tamanho médio é o que o consumidor entende por sustentável, algo que já acontece com a maioria das explorações na Galiza, segundo o responsável da INLAC.

Consulte aqui o artigo na íntegra.



0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.