Fechar
Subscreva a nossa newsletter

É só registar-se! Recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente no seu e-mail. É gratuito.

Produção de leite na UE no primeiro trimestre caiu em 2,3%

publicado em 25-05-2017

Comente!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Durante os primeiros três meses de 2017, a produção de leite na União Europeia (UE) atingiu 37,78 milhões de toneladas, representando uma queda de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado, coincidindo com a tendência prevista pela Comissão Europeia nas suas previsões de curto prazo apresentadas no início de março.

Em Espanha, no primeiro trimestre, a produção caiu, mas menos do que a média (-1,2%). A grande maioria dos principais produtores de leite na UE tiveram queda na produção: Alemanha, de -4,4%; França, de -4,2%; Dinamarca, de -3,9%; Reino Unido, de -3,2%; e Holanda, de -0,5%. Vale a pena destacar especialmente os aumentos na Polónia (+3,5%) e Itália (+1,1%).

Em relação à produção nos últimos doze meses, em comparação com o mesmo período anterior, alguns países registaram aumentos significativos, como a Holanda (+3,1%), Polónia (+1%) e Irlanda (+0,4%) em comparação com outros com dados negativos, como França (-4%), Alemanha (-2,5%) e Espanha (-0,9%).

As informações são do Agrodigital. 

Avalie este conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie o seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo no seu e-mail?

Receber os próximos comentários no meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento da MilkPoint.PT.

Consulte a nossa Política de Privacidade