FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Colóquio do milho arranca amanhã

O 9º Colóquio Nacional do Milho reúne, a 7 e 8 de Fevereiro, na Póvoa do Varzim, mais de 450 especialistas nacionais e internacionais para um debate alargado sobre a situação actual e perspectivas futuras do mercado do leite. 

Num momento em que o sector nacional e europeu do leite atravessa uma profunda crise, a ANPROMIS - Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo pretende contribuir com uma reflexão sobre as estratégias necessárias para que o mercado dos lacticínios alcance um equilíbrio de longo prazo. Participam no debate especialistas nacionais e internacionais, em representação da produção e da distribuição de leite e responsáveis pelas políticas públicas do sector. 

O milho é por excelência a base da dieta alimentar das vacas leiteiras. No Colóquio serão abordados os desafios técnicos da produção de milho silagem na perspectiva do aumento da rentabilidade das explorações leiteiras e da melhoria da qualidade do leite, intimamente relacionada com a qualidade do milho. O Colóquio servirá como rampa de lançamento da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, um documento de orientação que a fileira dos cereais propõe para os próximos 5 anos, numa óptica do necessário aumento do grau de auto-aprovisionamento em cereais, que ronda actualmente os 30%, sendo um dos mais baixos da União Europeia.  

O Grupo de Trabalho para a Promoção da Produção Nacional de Cereais, criado por Despacho do Ministro da Agricultura em Junho de 2017, tem como missão propor a estratégia nacional e o plano de acção para a promoção do desenvolvimento da cultura dos cereais em Portugal, visando inverter a tendência de diminuição da produção que se verificou nos últimos anos. 

“Estamos certos que a nona edição do Colóquio Nacional do Milho marcará o início de um ponto de viragem no panorama actual da produção de milho em Portugal. O trabalho conjunto que a fileira dos cereais iniciou há cerca de 8 meses com o Ministério da Agricultura deu origem a um documento orientador vital para a sustentabilidade futura da produção de cereais em Portugal”, afirma José Luís Lopes, presidente da ANPROMIS.

 

O conteúdo é da ANPROMIS

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.