FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

MilkPoint Portugal: uma nova etapa

O portal MilkPoint foi criado no ano 2000 e, tal qual um filho, é criado com imensas expectativas, mas sem se saber ao certo qual será a sua identidade, a sua personalidade, o seu futuro! Por mais que se tente influenciar positivamente, ele sempre será fruto das interações com o meio, que vão muito além da nossa influência e muito para além do seu próprio código genético.

A metáfora aplica-se ao site. De início, pensávamos que seria uma fonte de artigos técnicos de qualidade, democratizando um pouco o conhecmento científico. Essa tarefa era realizada por consultores ou professores, alguns deles ainda a colaborar conosco até hoje, passados 13 anos.

Com o passar do tempo, as interações fizeram o seu papel. Logo percebemos a necessidade de incorporar notícias nacionais e internacionais, bem como análises de mercado, itens que não tinham grande destaque nos primeiros tempos do site. Pouco depois, numa ação inédita, possibilitamos a existência de comentários dos leitores, sem saber que, a partir daquele momento, estaríamos a criar um novo produto, feito a milhares de mãos, muito mais rico do que a nossa equipa poderia fazer, por mais bem intencionada e capacitada que fosse.

Ao longo do tempo, o filho cresceu, atingiu a adolescência. Ganhou influência, possibilitando o lançamento de novos serviços e produtos, fazendo com que os serviços em torno do MilkPoint, incluindo o nosso perfil no facebook (com mais de 90.000 seguidores), a revista Leite Integral, com influência crescente no setor lácteo, os eventos (Interleite, Encontro de Laticínios, Top 100 e Simpósio Leite Integral), os cursos online, além do próprio site, constituam hoje a mais importante rede de informação para o mercado lácteo do Brasil.

O crescimento não alterou os valores adquiridos na primeira infância. Desde a sua concepção inicial, o MilkPoint procurou destacar-se em:

Qualidade, por saber que apenas um canal especializado conquistaria a atenção de um setor já pródigo em fontes de informação, muitas delas já consolidadas e que têm o nosso respeito; relevância, por entender que, em oceanos de informações cada vez maiores, seria fundamental atuar como filtro de relevância, como guia daquilo que é importante saber e acompanhar; responsabilidade, por compreender a nossa missão e a nossa abrangência crescente e o impacto dos nossos artigos e comentários; e, por fim, em independência, por entender que apenas assim teríamos a credibilidade necessária para cumprir o nosso papel.

Apesar da satisfação gerada pelo sucesso até aqui alcançado, sabemos que temos muito ainda a melhorar, o que nos motiva a cada dia fazer mais e melhor.

Agora é chegada a hora de “cair no mundo”, como se diz por aqui. De novos vôos, literalmente. A partir de um contato que recebemos da Ana Fernandes, em meados de 2013, começamos a conversar a respeito da possibilidade de criar um canal em Portugal. Não foi um passo planeado, mas sim uma oportunidade que começamos a equacionar: “e porque não?” Ao longo do tempo, o projeto foi amadurecendo ao ponto de se tornar realidade.

Esperamos e temos certeza de que o MilkPoint Portugal irá, passo a passo, seguir os mesmos passos do MilkPoint Brasil: não só tornando-se uma referência em informação, mas sobretudo com uma capacidade de gerar um ambiente fértil para a partilha de informações, algo fundamental numa época de grandes transformações e novas exigências para o setor lácteo português, e europeu em geral.

Aos nossos amigos portugueses, agradecemos o prestígio ao longo destes anos todos – foi pelo crescente acesso de técnicos e produtores portugueses ao MilkPoint Brasil que este projeto ganhou vida.

Agora, sob a coordenação de Ana Fernandes e juntamente com uma equipa vasta de especialistas nas várias áreas, terão espaço próprio, com conteúdo específico para Portugal.

Até breve,
MPC
 

4

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANA FERNANDES

ALENQUER - LISBOA - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 13/01/2014

Obrigada, Rui Cepeda, pelos votos de sucesso!

RUI CEPEDA

LISBOA - LISBOA - MÉDICO VETERINÁRIO

EM 10/01/2014

Aproveito para dar os parabéns pela iniciativa, que será sem dúvida um caso de sucesso no curto prazo!
MAAIKE SMITS

LISBOA - LISBOA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/01/2014

Olá Pedro,

Acho uma questão de elevado interesse e até acho que poderia ser um ótimo tema para um futuro artigo!

Quando fala em diferença refere-se a que tipo de diferença?

Diversidade de produtos, preços, ou outros?
PEDRO RODRIGUES

OEIRAS - LISBOA

EM 06/01/2014

Seguirei o vosso site com toda a atenção.

Um dos assuntos sobre o leite que me intriga, é a diferença que existe entre produtos lácteos do sul e do norte da Europa. Será que alguém esclarece isso?

Obrigado e sucesso!