FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Digestão do leite forma nanoestruturas altamente organizadas

Um novo estudo sobre digestão do leite pode levar ao desenvolvimento de novas fórmulas para bebes prematuros, bebidas para quem quer perder peso e potencialmente novos sistemas de distribuição de medicamentos.

O estudo da Universidade Monash, da Austrália, mostra pela primeira vez percepções detalhadas sobre a estrutura do leite durante a digestão. O estudo foi publicado no ACS Nano.

Embora os valores nutricionais do leite sejam bem conhecidos, poucas pesquisas foram conduzidas sobre a estrutura detalhada do leite e como suas gorduras interagem com o sistema digestivo, até agora.

Financiado pelo Australian Research Council (ARC) e liderado por Stefan Salentinig e Ben Boyd, do Instituto de Ciências Farmacêuticas de Monash, a equipa avaliou a nanoestrutura do leite para descobrir como os seus componentes interagem com o sistema digestivo humano. Eles descobriram que o leite tem uma estrutura geometricamente ordenada quando digerido.

Salentinig disse que a pesquisa fornece um modelo para o desenvolvimento de novos produtos lácteos. Isso poderia também levar a um novo sistema para distribuição de medicamentos.

“Ao desvendar a estrutura detalhada do leite, temos potencial para criar leite com vitaminas lipossolúveis e moléculas construtoras cerebrais para bebés prematuros, ou uma bebida que desacelera a digestão de forma que as pessoas se sintam saciadas por mais tempo. Poderíamos até mesmo aproveitar a capacidade do leite como um ‘transportador’ para desenvolver novas formas de distribuição de medicamentos”.

Ao recriar quimicamente o sistema digestivo no laboratório e adicionar leite de vaca, a equipa descobriu que o leite tem uma estrutura única – uma emulsão de gorduras, nutrientes e água, formando uma estrutura que melhora a digestão.

Os pesquisadores avaliaram instrumentos especializados do Australian Synchrotron para estimular a digestão e acelerar a pesquisa. Usando enzimas presentes no corpo, água foi adicionada à gordura do leite para quebrá-la e, pelo método de dispersão de raio-x em pequeno ângulo, mostrou-se que quando digerido, os subprodutos do leite se tornaram altamente organizados.

Salentinig disse que a estrutura é similar a uma esponja, potencialmente melhorando a absorção das gorduras saudáveis do leite. “Nós conhecíamos os blocos de construção do leite e que a gordura do leite tem uma influência significativa no sabor, textura e valor nutricional de todos os alimentos lácteos, mas o que não conhecíamos era o arranjo estrutural dessa gordura durante a digestão”.

“Nós descobrimos que quando o corpo começa o processo da digestão, uma enzima chamada lipase quebra as moléculas de gordura para formar uma estrutura geometricamente ordenada. Esses componentes pequenos e altamente organizados permitem que gorduras, vitaminas e drogas lipossolúveis cruzem as membranas celulares e alcancem o sistema circulatório”.

A próxima fase da pesquisa incluirá nutricionistas para fazer uma ligação melhor entre essas descobertas e os resultados dietéticos e utilizar essas descobertas para projetar e testar medicamentos.

A reportagem é do http://www.nanowerk.com, traduzida pela Equipe MilkPoint Brasil.
 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.