FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Estirpe probiótica em iogurte ajuda a aliviar a infecção respiratória aguda em idosos e pessoas de meia idade

Iogurtes contendo certas estirpes probióticas podem reduzir o risco e a incidência de infeções agudas do trato respiratório superior (URTI) nos idosos e em pessoas de meia idade, de acordo com o RCT chinês. As infecções respiratórias agudas são especialmente perigosas para crianças, adultos mais velhos e pessoas com distúrbios do sistema imunológico.

Os idosos podem ser mais suscetíveis devido, em parte, à deterioração gradual do sistema imunitário como resultado do envelhecimento. O processo altera os órgãos e células imunes, bem como moléculas imunes e "aumenta a susceptibilidade a várias doenças, como doenças cardiovasculares, doenças autoimunes e infecções".

Num estudo feito pela Universidade de Sichuan, os pesquisadores dividiram aleatoriamente 205 voluntários com idade igual ou superior a 45 anos em dois grupos: o grupo controle não recebeu suplementação probiótica, enquanto o grupo de intervenção recebeu diariamente 300 ml de iogurte suplementado com uma estirpe probiótica, Lactobacillus paracasei N1115.

Menos diagnósticos, menor risco

Após 12 semanas de tratamento, verificou-se que, no grupo de intervenção, o número de pessoas diagnosticadas com URTI aguda, bem como o número de eventos URTI, diminuiu consideravelmente quando comparado ao grupo controle.

O estudo também informou que o risco de URTI no grupo de intervenção foi "avaliado como 55% do grupo controle" e que a "alteração na porcentagem de células CD3 + no grupo de intervenção foi significativamente maior do que no grupo controle". No entanto, quando se tratava de níveis totais de albumina, pré-albumina, proteína e globulina, as diferenças entre os dois grupos eram insignificantes.

Estimulação da imunidade

Os pesquisadores formularam a hipótese de que a estirpe probiótica utilizada no iogurte ajudou a reduzir o risco de URTI aguda no grupo de intervenção, estimulando a defesa imunitária natural das células T, protegendo o grupo de intervenção da infecção. Eles acrescentaram que "a função imune do iogurte foi gerada através não apenas da via imunomoduladora dos probióticos, mas também da melhoria do estado nutricional a partir de macro/micronutrientes".

O estudo afirmou que a intervenção dietética com iogurte contendo a estirpe probiótica Lactobacillus paracasei N1115 poderia ser uma maneira de melhorar a função do sistema imunológico e a saúde geral em pessoas de meia-idade e idosos", o que poderia ter importantes consequências clínicas, de saúde pública e económicas".


As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipa MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.