ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Leilão GDT cai 5%, refletindo oferta e procura mundial

O último leilão GDT realizado na última terça-feira (03.07.18) resultou numa forte queda nos preços de praticamente todos os derivados lácteos negociados. Neste leilão, o índice de preços GDT caiu 5%, com o preço médio a fechar em US$ 3.232/tonelada, registando assim, a maior queda entre leilões desde março do ano passado, como ilustra o gráfico 1.

Gráfico 1. Preços médios e variação no índice de preços em relação ao leilão anterior. Fonte: Elaborado pelo MilkPoint a partir dos dados da Global Dairy Trade. 

Apesar da desvalorização generalizada nos produtos negociados no leilão, os agentes de mercado mostraram interesse nas negociações. Neste leilão, 26.519 toneladas foram negociadas, o maior volume de 2018 até o momento para um único evento, 22,6% maior em relação às 21.634 toneladas negociadas no leilão anterior. Observe no gráfico 2 a evolução do volume negociado.

Ajudando a “justificar” esta forte queda no índice de preços, os dados de exportações de leite em pó oriundos da Nova Zelândia em maio apontam para queda de 20% em relação a maio de 2017; queda que foi liderada pela retração de 21% no volume embarcado para China e Hong Kong na comparação entre maio de 2018 e maio de 2017. Além disso, há indícios de dificuldades na operacionalização das exportações para a Argélia, que no acumulado entre janeiro e março de 2018, importou 10,5% a menos de leite em pó do que em 2017.

Adicionalmente, em 2018 nota-se uma retração generalizada nos níveis de compra dos principais importadores mundiais. No gráfico 2 é possível notar como a importação (em equivalente leite) tem uma tendência de queda nos principais importadores do mundo, ficando ainda mais evidente no 1º trimestre de 2018 (janeiro a março).

Gráfico 2. Variação anual das importações dos principais compradores do mundo (em equivalente leite). Fonte: Elaborado pelo MilkPoint com base em dados da USDEC.

E apesar da procura a descer, a produção de sólidos na Nova Zelândia continua a crescer. Em maio, o volume produzido foi 5,7% superior em 2018 contra 2017, ajudando a pressionar as cotações no GDT.   

Além disso, outros importantes produtores mundiais também estão a aumentar a oferta  em 2018, apesar da procura mais fraca. Dados dos Estados Unidos mostram um aumento de 1,2% na produção de leite entre janeiro e maio de 2018 contra o mesmo período de 2017, enquanto a União Europeia aumentou 2,5% a produção de leite até março de 2018 em relação a 2017.

O gráfico 3 mostra que, apesar de estar a desacelerar em 2018, o volume da produção mundial segue em alta nos principais produtores do mundo, num período de enfraquecimento da procura internacional.

Gráfico 3. Variação anual da produção – principais produtores. Fonte: Elaborado pelo MilkPoint a partir de dados de várias fontes.

Ainda sobre os resultados do GDT, no leite em pó, a queda de 7,3% encerrou com uma sequência de meses de estabilidade nos preços do produto, praticamente “anulando” a forte valorização registada no início de 2018, e trazendo o preço médio para US$ 2.905/tonelada, muito próximo aos patamares vistos no final de 2017. Enquanto o leite em pó desnatado caiu 4,6% neste leilão, com o preço médio a US$ 1.913/tonelada. Observe no gráfico 2 a movimentação de preços de ambos.

Gráfico 4. Evolução dos preços de leite em pó Fonte: Global Dairy Trade. 

E para os próximos meses, ainda há grande incerteza quanto às movimentações do mercado lácteo. Como mostra o gráfico 5, os contratos futuros negociados pelo GDT e pela NZX Futures mostram significativas diferenças nas cotações de cada contrato futuro.

Gráfico 5. Contratos futuros de leite em pó integral – GDT vs. NZX.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.