FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Tendências globais de produção e consumo de queijos

Em termos de produção, a categoria global de queijos está a crescer a uma taxa de aproximadamente 2% ao ano, alcançando-se cerca de 22 milhões de toneladas em 2014. As principais regiões de produção foram União Europeia (UE) em pouco menos de metade desse volume e os Estados Unidos em aproximadamente um quarto desse total.

Os mercados da Turquia e da Rússia mostraram aumentos mais consideráveis na produção em 2015, apresentando ainda um crescimento de dois dígitos como resultado da tentativa de garantir autossuficiência após o embargo às importações, eventos que tiveram ramificações consideráveis no comércio global de queijos. Aliás, as repercussões disso estão ainda a ser sentidas.

O consumo de queijos representa 13% do consumo global de lácteos, com a Europa Ocidental e a América do Norte a serem os maiores consumidores per capita e os mercados mais maduros. Aqui, há uma ênfase na conveniência, no uso para lanches (snack) e em queijos pré-embalados, além do crescimento nos queijos especiais e um declínio nos queijos processados. O desenvolvimento de mercados como Ásia-Pacífico, Médio Oriente e África mostram uma maior familiarização com queijos, predominantemente queijos processados. Há também um foco crescente em produtos de marcas orientados para crianças e um crescimento nos queijos de marcas próprias.

A consciência em relação à saúde tem um papel nas escolhas dos consumidores com uma tendência em direção a queijos com baixo teor em gordura (por exemplo, o quark light da Valio, Valio Better, oferecido na Finlândia) e porções do tamanho de lanches. De facto, os queijos como lanches parecem ser um tema cada vez mais emergente, com vários lançamentos de produtos fatiados ou em formatos de cubos (por exemplo, os Mini Cravings da Bel do Reino Unido ou os mini sacos de Selections, da Dairy Crest, no Reino Unido), e mesmo em embalagens combinando queijos com frutas, nozes ou carne (por exemplo, o Balanced Breaks, da Sargento Foods, ou o Roltini [mozzarella envolta em salame, pepperoni e presunto], da Volpi Foods, nos Estados Unidos).

Conveniência e proveniência continuam características fortes na categoria de queijos, com queijos fatiados e ralados a ganharem espaço (por exemplo, o Roq’Croque, da Société Roquefort, na Espanha) e os queijos locais também a conquistar espaço junto dos consumidores. A categoria também está marcada por marcas orientadas à indulgência, a marca Philadelphia, da Kraft Foods, adicionou o Deliciously Whipped à sua linha popular de queijos cremosos no Reino Unido. Outras inovações no setor de queijos incluem mascarpone congelado da Totem Foods, na Itália, lançado no mercado após o sucesso dos lançamentos de sua ricotta, gorgonzola e trufa.

As alternativas ao queijo feito com leite de vaca também se mostraram crescentes em popularidade, com queijo de leite de cabra, de ovelha e misturas de leite (por exemplo, o queijo halloumi, que mistura leite de cabra e ovelha) estão a registarem uma crescente procura. Sabores fortes, hispânicos e picantes também estão em alta – esses podem ser usados como complementos de vários pratos ou consumidos puros (por exemplo, os queijos em cubos Baking Iberico Cheese Cubes, da The Co-operative Foods, com Laranja e Pimenta, dirigido para a culinária e confeção de pratos).

No futuro, o setor de queijos deverá continuar a registar um crescimento anual de aproximadamente 2% até 2024, de acordo com a Federação Internacional de Lácteos. Realça-se, uma vez mais, a conveniência e o uso em lanches como impulsionadores de inovações e das margens. As informações são do FoodBev.com.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.