ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Relembrando a importância da primeira refeição

ANIMAIS JOVENS

EM 03-10-2016

0
0
A pergunta é feita repetidamente: é melhor administrar o colostro com biberão ou com sonda? A resposta, segundo o artigo da Hoards, pode depender da quantidade de colostro.

Tem sido geralmente aceite que a alimentação por qualquer das vias pode levar a resultados semelhantes, desde que um volume adequado de colostro seja administrado logo após o nascimento. No entanto, alguns estudos recentes mostram que existe uma interacção entre o método de alimentação e volume.

De acordo com o USDA  em 87,4 % das explorações o colostro é administrado quer por sonda quer por biberão.

A monitorização e a medição de proteína sérica total (TP) em vitelos com 1 a 7 dias de idade é a maneira mais fácil de determinar como o programa de maneio de colostro está a funcionar. A proteína total pode ser determinado na exploração usando um refratômetro. As metas normalmente recomendados são ter TP valores superiores a 5,2 gramas por decilitro (g / dl) ou de 80 % dos vitelos ter TP maior do que 5,5 g / dL.

Um estudo feito em 2009 na Universidade de Minnesota analisou o efeito do método de alimentação na transferência passiva de IgG. Em dois grupos forneceu-se uma grande (3 litros, 200 gramas de IgG) ou pequena (1,5 litros, 100 gramas de IgG) a quantidade de colostro os vitelos recém-nascidos. Como seria de esperar, os vitelos alimentados com a maior massa de IgG apresentaram maior TP e IgG às 24 horas de idade.

Houve uma interação entre o método de alimentação e volume de alimentação: 100% dos vitelos alimentados com 1,5 litros de colostro por sonda teve sucesso na transferência passiva (soro IgG superior a 10,0 miligramas por mililitro).

O método de alimentação tornou-se menos importante quando mais colostro foi consumido. Quando foram alimentados com a maior quantidade de colostro (3,0 litros), não houve diferença entre os métodos de alimentação em TP soro ou IgG, e 100% dos vitelos teve sucesso na transferência passiva.

Este estudo sugere que a alimentação a importância da administração de um elevado volume de colostro de alta qualidade para se  conseguir a transferência passiva de sucesso. De acordo com esse novo relatório do USDA, apenas 21,7% das explorações alimentou com os recomendadas 4 litros de colostro na primeira alimentação.


A Michigan State University  recomenda a formação de todo o pessoal na manipulação da sonda. Isto porque uma alimentação feita de forma errada pode terminar em pneumonia. De acordo com Don Sockett com a Universidade de Wisconsin Veterinary Diagnostic Lab, os vitelos que desenvolvem pneumonia aspirativa não apresentam sinais clínicos de pneumonia até dois a cinco dias após o evento.

As sondas são extremamente úteis mas devem ser utilizados corretamente.



Algumas diretrizes para utilização de sondas




- Verificar que o tubo está colocado no esófago (não traqueia) antes de abrir a válvula 
- Garantir o bezerro está em pé ou deitado na vertical sobre o esterno
- Segurar o tubo durante todo o período da alimentação.
- Permitir que o colostro flua por gravidade
- Fechar a válvulapara parar o fluxo de líquido antes de remover o tubo 


O artigo é da Hoards Dairyman adaptado pela equipa MILKPOINT.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.