Fechar
Subscreva a nossa newsletter

É só registar-se! Recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente no seu e-mail. É gratuito.

Relembrando a importância da primeira refeição

publicado em 03-10-2016

Comente!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A pergunta é feita repetidamente: é melhor administrar o colostro com biberão ou com sonda? A resposta, segundo o artigo da Hoards, pode depender da quantidade de colostro.

Tem sido geralmente aceite que a alimentação por qualquer das vias pode levar a resultados semelhantes, desde que um volume adequado de colostro seja administrado logo após o nascimento. No entanto, alguns estudos recentes mostram que existe uma interacção entre o método de alimentação e volume.

De acordo com o USDA  em 87,4 % das explorações o colostro é administrado quer por sonda quer por biberão.

A monitorização e a medição de proteína sérica total (TP) em vitelos com 1 a 7 dias de idade é a maneira mais fácil de determinar como o programa de maneio de colostro está a funcionar. A proteína total pode ser determinado na exploração usando um refratômetro. As metas normalmente recomendados são ter TP valores superiores a 5,2 gramas por decilitro (g / dl) ou de 80 % dos vitelos ter TP maior do que 5,5 g / dL.

Um estudo feito em 2009 na Universidade de Minnesota analisou o efeito do método de alimentação na transferência passiva de IgG. Em dois grupos forneceu-se uma grande (3 litros, 200 gramas de IgG) ou pequena (1,5 litros, 100 gramas de IgG) a quantidade de colostro os vitelos recém-nascidos. Como seria de esperar, os vitelos alimentados com a maior massa de IgG apresentaram maior TP e IgG às 24 horas de idade.

Houve uma interação entre o método de alimentação e volume de alimentação: 100% dos vitelos alimentados com 1,5 litros de colostro por sonda teve sucesso na transferência passiva (soro IgG superior a 10,0 miligramas por mililitro).

O método de alimentação tornou-se menos importante quando mais colostro foi consumido. Quando foram alimentados com a maior quantidade de colostro (3,0 litros), não houve diferença entre os métodos de alimentação em TP soro ou IgG, e 100% dos vitelos teve sucesso na transferência passiva.

Este estudo sugere que a alimentação a importância da administração de um elevado volume de colostro de alta qualidade para se  conseguir a transferência passiva de sucesso. De acordo com esse novo relatório do USDA, apenas 21,7% das explorações alimentou com os recomendadas 4 litros de colostro na primeira alimentação.


A Michigan State University  recomenda a formação de todo o pessoal na manipulação da sonda. Isto porque uma alimentação feita de forma errada pode terminar em pneumonia. De acordo com Don Sockett com a Universidade de Wisconsin Veterinary Diagnostic Lab, os vitelos que desenvolvem pneumonia aspirativa não apresentam sinais clínicos de pneumonia até dois a cinco dias após o evento.

As sondas são extremamente úteis mas devem ser utilizados corretamente.



Algumas diretrizes para utilização de sondas




- Verificar que o tubo está colocado no esófago (não traqueia) antes de abrir a válvula 
- Garantir o bezerro está em pé ou deitado na vertical sobre o esterno
- Segurar o tubo durante todo o período da alimentação.
- Permitir que o colostro flua por gravidade
- Fechar a válvulapara parar o fluxo de líquido antes de remover o tubo 


O artigo é da Hoards Dairyman adaptado pela equipa MILKPOINT.

Avalie este conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie o seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo no seu e-mail?

Receber os próximos comentários no meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento da MilkPoint.PT.

Consulte a nossa Política de Privacidade