ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

5 prioridades nos programas de alimentação para o outono/inverno

1. Crie um plano

Desenvolva um plano utilizando as forragens que produz e determine se precisa de comprar outras forragens.

Para elaborar este plano, retire amostras de todas as forragens e envie-as para um laboratório de modo a determinar o teor em nutrientes. Amostras de forragem obtidas no início da estação podem servir como um ponto de partida para equilibrar as rações. Durante toda a temporada, continue a controlar amostras (três a quatro amostras) e combine os seus resultados.

Ao mesmo tempo, faça um inventório de cada forragem e alimento em armazenamento.

2. Rações equilibradas

Equilibre as rações para todos os grupos do efetivo usando o inventório que criou e os resultados das análises às forragens.

As vacas de leite precisam de nutrientes para manterem a condição corporal, produzirem leite e crescerem. As rações são balanceadas para disponibilizarem estes nutrientes ao menor custo. Várias combinações de forragens podem suprir as necessidades e resultar em poupanças. No presente clima económico, pequenas poupanças podem definitivamente afetar o fluxo de dinheiro.

Por causa da volatilidade nos preços dos bens agrícolas, os produtores devem seguir os preços dos ingredientes e reavaliar o seu programa de alimentação com frequência.

As dietas para vacas em lactação, novilhas e vacas secas são equilibradas para fornecer uma determinada quantidade de cada nutriente através de uma certa quantidade de matéria seca para cada alimento. Para alimentos húmidos, tais como silagens, os teores de matéria seca podem variar grandemente consoante o local de armazenamento, o transporte e o tempo de armazenamento. Para ter em conta esta variação,os teores de matéria seca destes alimentos devem ser medidos pelo menos semanalmente, se não mais frequentemente.

3. Reveja as suas práticas

Rever as práticas correntes no que toca a alimentação, em conjunto com a pessoa responsável pela mesma, inclui ter em mente os seguintes pontos, entre outros:

- Vacas em produção devem ter acesso ao comedouro pelo menos 20 horas por dia, de preferência 22 horas. Isto ganha particular importância em vacas recém-paridas, em início de lactação e em altas produtoras;

- O alimento não deve aquecer no comedouro;

- Alimento que não tenha sido consumido deve ser removido por rotina, normalmente diariamente;

- Os bebedouros devem ser limpos várias vezes por semans e esfregados com uma escova e uma solução fraca à base de cloro (1 copo de lixívia para 20 litros de água). Enxaguar a solução depois da limpeza;

- As misturadoras devem ser reparadas e ajustadas aos tipos de alimentos adicionados. A qualidade da mistura deve ser avaliada ocasionalmente: Tem um aspeto homogéneo? O tamanho das partículas está demasiado pequeno?;

- Limpe as superfícies das instalações e mantenha cuidadosamente outras estruturas para armazenamento de silagem de modo a prevenir evitar aquecimento e garantir um alimento de alta qualidade.

4. Trabalhe de perto com os consultores

Trabalhe estreitamente com o seu nutricionista e outros consultores para desenvolver e modificar a gestão do programa de alimentação ao longo da época. Compreender conceitos de alimentação e nutrição é crítico para que o diálogo seja produtivo e para perceber quando e como fazer ajustes menores ou temporários antes que haja consequências.

5. Comece a planear

Comece a fazer planos para a próxima época de colheitas. Agora é a altura para avaliar a necessidade de fazer alterações no seu sistema de colheita ou compra de forragem, já a pensar no próximo ano.

Recorrendo às análises da sua forragem, reveja se as técnicas de colheita que escolheu resultaram numa forragem de com a melhor qualidade, necessária para alimentar vacas de alta produção. Depois complete um plano e incorpore as mudanças necessárias nas colheitas do próximo ano.

Pontos a avaliar incluem, entre outros, os seguintes:

- Variedades plantadas;

- Altura da colheita (i.e., se a cultura foi colhida na fase adequada de maturidade e com teor de humidade adequado);

- Métodos usados na colheita;

- Se a fertilidade foi inadequada à cultura plantada.

O artigo é da Progressive Dairyman adaptado pela equipa MILKPOINT.

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.