FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

A importância da alimentação das vacas leiteiras no período pré-parto

POR NUNO PALMA PINHEIRO DA SILVA

NUTRIÇÃO, FORRAGENS & PASTAGENS

EM 13/03/2014

0
0
Ao período do ciclo produtivo da Vaca Leiteira (VL) que antecipa o parto, e consequentemente uma nova fase produtiva chamamos Pré-parto.
Se outrora era negligenciado visto não ser um período produtivo, sabe-se hoje ser de extrema importância para um bom desempenho da VL na lactação seguinte e ainda para a prevenção da ocorrência de patologias que têm elevados custos na economia produtiva.
É neste período que a vaca, e a glândula mamária em particular, “descansam” duma lactação anterior longa e desgastante e se preparam para uma próxima lactação que deverá ser o mais produtiva possível e isenta de problemas. Importa pois garantir, no que diz respeito à composição e formulação da dieta e ao maneio alimentar, alguns requisitos importantes:
- a alimentação neste período deve satisfazer as necessidades nutricionais específicas dos animais, tendo em conta que são muito inferiores à fase de produção de leite, mas não descurando todavia que a vaca está gestante e que 80 a 90% do peso do feto à nascença se atinge apenas neste período
- uma atenção especial deve ser prestada ao aporte mineral da dieta, em particular o Cálcio e Fósforo, que devem ser restringidos nesta fase, no sentido de prevenir a hipocalcémia pós-parto, também chamada “febre do leite”
- também é recomendada a suplementação em factores vitamínicos e oligoelementos que se sabe estarem relacionados com os mecanismos de absorção do Cálcio da dieta, como a Vitamina D, ou com os mecanismos metabólicos que desencadeiam o parto, designadamente a Vitamina E, o Magnésio, o Selénio e o Manganês
- estudos mais recentes sugerem ainda que o equilíbrio de determinados minerais, como o Sódio, o Potássio, o Cloro e o Enxofre, que ocorrem no ambiente metabólico dos animais sob a forma de iões de carga eléctrica positiva ou negativa, deve igualmente ser controlado na dieta já que o seu excesso ou desequilíbrio poderá comprometer nomeadamente a eficácia metabólica da Vitamina D
- não se deve permitir um aumento da condição corporal nesta fase, já que a condição ideal para a altura do parto deverá ser obtida na fase final do período de lactação, onde aliás o metabolismo de conversão do alimento em reservas corporais é muito mais eficiente
Conclui-se pois que a formulação da dieta para as VL na fase pré-parto é de extrema importância, apesar do curto espaço de tempo que os animais estão neste período, e não deve de modo algum ser subestimada. A sua especificidade e a importância do balanço de determinados factores nutricionais específicos sugerem que seja consultado um técnico especialista para ajustar um arraçoamento mais correcto e equilibrado e permitir que a lactação seguinte seja mais eficiente e rentável.
 

NUNO PALMA PINHEIRO DA SILVA

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.