FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

A importância da densidade em silagens e os fatores que a determina

POR THIAGO FERNANDES BERNARDES

NUTRIÇÃO, FORRAGENS & PASTAGENS

EM 30/05/2014

1
0
*Artigo original MilkPoint Brasil

As etapas de abastecimento do silo e compactação da forragem têm como objetivo eliminar o ar remanescente no interior da massa, fundamental para que a fermentação seja otimizada, pois silagem é um alimento fermentado. Somado a isso, estas etapas também determinam o  ar que poderá penetrar na silagem quando a mesma for exposta ao ambiente durante a fase de desabastecimento do silo (Lembrando que o ar leva ao processo de deterioração do alimento).

Após o abastecimento e a compactação a massa de forragem irá alcançar uma determinada densidade, ou seja, haverá certa quantidade de alimento em um determinado volume. Portanto, o objetivo da compactação é diminuir a porosidade da massa. A porosidade pode ser definida como o número de poros entre as partículas sólidas de um material. Os poros podem ser preenchidos com gases e/ou água nas silagens. Para que os gases se movam na massa é necessário que os poros sejam contínuos. Desse modo, eliminar poros significa não contribuir para o fluxo de ar na massa. Estudos recentes recomendam que a densidade de matéria verde de uma silagem deve atingir 700 kg/m3. Para que este objetivo seja alcançado, devemos saber os fatores que afetam a densidade da massa em silos horizontais trincheira e superfície, os quais são: I) teor de matéria seca da forragem, II) o tamanho de partícula, III) a altura da camada distribuída no silo durante o abastecimento, IV) o peso do veículo e o V) tempo de compactação.

Todos fatores apontados acima são importantes e interagem entre si, contudo os três últimos são considerados determinantes. Desse modo, a seguir discutiremos com maior profundidade cada um deles.

A distribuição das camadas e a compactação da massa

A distribuição das cargas durante o abastecimento de forragem no silo deve ser de forma organizada de modo que a espessura da camada não dificulte a compactação pelo veículo. A camada descarregada em silos horizontais deve estar entre 15 a 20 cm. A organização na distribuição dos vagões e a utilização de lâminas (frontais e traseiras) nos veículos que efetuam a compactação auxiliam nesta etapa. Percebam que são fatores que dependem apenas da organização por parte da propriedade.

O veículo e a compactação da massa

O peso do veículo e o tempo de compactação são pontos que melhores se correlacionaram com as variações nas densidades das silagens. Deve-se observar um intervalo de descarregamento das cargas de forragem que chegam para dedicar mais tempo à pressão de compactação à massa, já que altas densidades estão correlacionadas positivamente com o tempo de compactação. Muck e Holmes (2000) avaliaram os fatores que alteram a densidade em silos trincheira e recomendaram que o tempo de compactação deve ser de 1 a 1,2 vezes o turno de colheita, ou seja, assumindo que a jornada de trabalho da colhedora possa durar 10 horas/dia, o tempo de compactação deve ser de 10 a 12 horas/dia. Quanto ao peso do veículo, o equipamento de compactação deve apresentar peso igual ou superior a 40% da massa de forragem que chega ao silo por hora de trabalho efetiva. Exemplo: se a cada hora o silo receber 10 t de forragem o veículo deverá ter no mínimo 4 t. Caso a quantidade de forragem seja muito superior a este valor, o correto é aumentar o número de veículos que realizam a compactação.
 

THIAGO FERNANDES BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSÉ FERRÃO

LISBOA - LISBOA - MÉDICO VETERINÁRIO

EM 01/06/2014

O artigo está simples e dá uma dica bastante concreta em relação ao peso a utilizar comparado com o peso da forragem que entra. Em portugal houve tendencia ás maquinas que cortam a silagem terem aumentado muito a sua capacidade, mas a estrutura que compacta o silo normalmente não aumento na mesma proporção. Em relação ao comentário da Laerte, não se deve mudar a silagem pois ao mexer, vai provocar uma nova fermentação aerobia e "contaminar" a silagem com oxigenio, que vai provocar a sua rápida degradação (descrito de forma simplista).