Fechar
Subscreva a nossa newsletter

É só registar-se! Recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente no seu e-mail. É gratuito.

Micotoxinas: 5 pontos a recordar

publicado em 03-05-2017

Comente!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A temporada que estamos a viver coloca-nos alguns desafios a que devemos estar atentos:

1. A inoculação microbiana não reduzirá a concentração de micotoxinas porque os inoculantes de silagem microbiana são projetados para converter açúcares em ácido láctico para armazenamento a longo prazo. As inoculações geralmente não contêm tecnologias para degradar as micotoxinas.

2. Se as micotoxinas estiverem presentes na cultura de milho, elas serão concentradas nos subprodutos de milho (i.e., alimentação de glúten de milho).
Portanto, o produtor deve estar preocupado com o facto de as concentrações estarem abaixo dos níveis recomendados pois prejudicam a saúde e o desempenho dos animais.

3. O desempenho animal pode ser afetado de várias formas quando se alimentam com alimentos contaminados por micotoxinas, e a diminuição no desempenho animal dependerá do tipo de micotoxina e sua concentração na ração, causando problemas abaixo dos limites recomendados.

4. Também é importante perceber que muitas micotoxinas têm efeitos sinérgicos - ie,  duas micotoxinas, cada uma abaixo das tolerâncias reconhecidas, em conjunto pode trazer conseqüências negativas para o animal.

5. O desempenho animal pode ser afetado de muitas maneiras diferentes quando se fornecem alimentos e forragens contaminados por micotoxinas: produção reduzida de leite, componentes reduzidos, contagens de células somáticas mais elevadas, ingestão reduzida de matéria seca, conversão alimentar reduzida, ciclos irregulares, morte embrionária, taxas de concepção mais baixas, função imunológica suprimida, etc. Essas observações podem ser observadas não apenas em vacas leiteiras, mas também em novilhas leiteiras em crescimento.

O artigo foi adaptado pela equipa MilkPoint da Progressive DairyMan.

Avalie este conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie o seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo no seu e-mail?

Receber os próximos comentários no meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento da MilkPoint.PT.

Consulte a nossa Política de Privacidade