FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

O Leitor Pergunta!

O MilkPoint Portugal surge em Portugal como uma plataforma interativa de troca de informação no setor leiteiro.

Partilhamos hoje a questão do nosso leitor Diamantino Correia, que pergunta:

"Se tivermos duas produções iguais de silagem de milho - 60 tons ha - mas uma tiver mais 900 kg de grão que a outra, que parâmetros na análise de silagem podemos ter diferentes e de que ordem de grandeza?"

Desafiamos todos os nossos leitores a interagir e darem as suas sugestões.

A Equipa do Milkpoint Agradece!

3

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

DIAMANTINO CORREIA

ESTARREJA - AVEIRO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/01/2015

A situação apresentada resulta da colheita de um campo com as seguintes caracteristicas: FAO 600 curto de dupla aptidão ( silagem/grão ); semeado num pivot no Ribatejo com 25 Has ( solo bastante regular e "uniforme" ); em metade da área, foi aplicado um inoculante fosfatado ao solo - Penicillium bilaii ; metade do campo ( com e sem o inoculante de solo ) foi colhido para silagem e não foi possivel fazer uma avaliação correcta - aparentemente a produção em verde era muito parecida... só foi possivel determinar a M.S global que era de 34% ; a metade que se deixou para grão, na zona em que levou o Penicillium bilaii, produziu mais +/- 900 kgs / Ha de grão - 16522 Kgs / Ha contra 15634 Kgs / Ha da zona onde não levou o inoculante fosfatado.
GILBERTO BORLIDO

VIANA DO CASTELO - VIANA DO CASTELO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 22/12/2014

Uma excelente questão e um excelente comentário. Na verdade sem analises analiticas não podemos obter uma resposta correcta, seria necessario uma analise qualitativa das 2 silagens.

Uma vez que uma silagem têm mais 900Kg de grão que outra significa que já temos varios factores que o influenciaram (variedade, ciclo, data sementeira, data colheita, niveis de humidade e nutição,....) o que está directamente relacionado com o nivel de MS y NDF de cada Silagem, influenciando directamente o "Bolo",  o que faz que estes 900Kg de grão tenha mais ou menos grandeza no final.
MAAIKE SMITS

LISBOA - LISBOA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/12/2014

Sr. Diamantino, colocou aqui uma excelente questão.



A maneira mais fidedigna de responder à sua questão é através de uma análise às duas silagens pois a variação de valores está dependente de uma série de outros factores para além da quantidade de grão. Como por exemplo o estado de desenvolvimento da espiga do milho, a variedade, todo o processo de crescimento e as técnicas de enchimento do silo (compactação, tempo de abertura entre outros).





Em primeira instância podemos esperar que a matéria-seca é superior na silagem com mais grão e a quantidade de amidos também.



No caso das silagens terem sido efectuadas com o mesmo estado de maturção das espigas, muito provavelmente os valores de NDF por kg de matéria-seca da silagem serão inferiores na silagem com mais grão visto que esta está principalmente contida na planta em si. Mas, no caso da silagem com mais grão ter sido colhida num estágio mais maduro da planta os valores de NDF por kg de matéria-seca até podem ser similares, pois a quantidade superior de grão compensa o estado mais "avançado" do caule e por consequente mais fibroso.



Seria interessante que pudesse facultar mais alguns dados sobre as duas silagens, como o tipo de ciclo, a altura de colheita, a variedade os terrenos serem semelhantes ou não, a forma de regadio, no caso de ter sido efectuado.