FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Ordenha, comer e beber: 3 atos para maior rentabilidade

Quer que o seu efetivo produza mais de 90 toneladas de leite por dia? De acordo com o Dr. Gordie Jones, é possível.

Segundo o artigo publicado no Progressive Dairyman, são muitas as variáveis que determinam a produção de leite, para  além das rações. "Fatores não-dietéticos são responsáveis ​​por 56 % da produção total de leite", refere Gordie Jones, referindo-se a um estudo onde 47 efetivos com genética semelhantes foram alimentados com a mesma TMR. Fatores não-alimentares, tais como alimentação flexões, alimentação para uma taxa de recusa de 5 por cento, estrutura e gestão do estábulo, e idade ao primeiro parto foram os principais fatores.

"Há três coisas que uma vaca deve fazer", refere Jones. "Deve estar a ser ordenhada, levantar-se para comer e beber, e deitar-se. Se ela está a fazer uma dessas coisas, está fazer dinheiro". Quando as vacas não estão a fazer estas coisas, e segundo Jones,  a melhor maneira de solucionar problemas é pensar sobre o que dia de 24 horas de sua vaca. Quando é que ela é ordenhada? Quanto tempo ela gasta no ponto de retenção e sala de espera? Quando ´é que ela é alimentada? Consome pelo menos 50% da matéria seca  ao retornar de ordenha da manhã?

Uma vaca não deve gastar mais de quatro horas por dia longe do alimento. "As quatro horas de distância de alimentação devem incluir  triagens,  reprodução, cuidado dos casco, palpação e saúde em geral.

Jones refere que uma das falhas mais comuns que ele observa é o consumo de matéria seca quando saem da ordenha da manhã. E sublinhou a importância de dar a melhor alimentação para as melhores vacas. A silagem perde qualidade quando exposta ao ar, então a primeira ração misturada na manhã deve ir para a baixa produção; em seguida, as vacas de alta produção podem ter a alimentação mais frescos naquela manhã.

O artigo sugere a reflexão ainda sobre outros pontos: quantas vezes mudou os grupos sociais? Quantas vezes é a sua ração mudou? Quanto tempo é que ela está seca?

Outro erro comum apontado pelo artigo prende-se com a água de bebida e o facto de
não serem colocados bebedouros suficientes; muitos projetos freestall têm três bebedouros quando há realmente deve ser de quatro. Num grupo de 100 vacas, elas normalmente dividem em dois grupos sociais, e o autor refere que cada grupo social deve ter dois bebedouros.


As suas recomendações apontaram também para a medida das camas e para sua qualidade e conclui: uma pessoa deve ser capaz de cair de joelhos na área onde as vacas se deitam e não sentir dor. Se dói, então as vacas precisam de outra cama.



Gordie Jones tem 15 anos de experiência na prática de laticínios e passou mais de 10 anos trabalhando na alimentação laticínios, facilidade e conforto vaca consultoria. Ele passou seis anos na concepção e gestão da Fair Oaks Dairy (20.000 vacas), e há cinco anos ele construiu e começou a gerir a sua própria exploração em Wisconsin - Central Sands Dairy.

O artigo é da Progressive Dairyman e foi adaptado pela equipa MILKPOINT.


0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.