FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

6 Objetivos Financeiros para o sucesso a longo prazo de uma exploração leiteira

*Artigo originalmente escrito por Sara Kitchen para a Progressive Dairyman

Num mercado em constante oscilação, na maioria dos casos é difícil de prever quando o custo da alimentação vai subir e o preço do leite vai descer.

“O que está ao seu alcance é estar preparado para os períodos mais críticos” disse Lonnie Wells, associado do Grupo de Consultadoria Russel de Panora, Iowa (EUA).
Numa apresentação durante a Cimeira Leiteira de Pennsylvania, Wells apresentou alguns planos e sugestões para alcançar o sucesso a longo prazo numa exploração leiteira. Durante o seu discurso enfatizou a importância de uma gestão e manutenção de um correto ficheiro de cálculo que apresente e compile todos os aspectos inerentes à exploração, de forma ser possível gerir o mais corretamente possível as finanças.
Wells encoraja os produtores a tornarem os balanços financeiros da sua exploração à “prova de bala”.

“Os produtores devem estabelecer metas financeiras e posições de negócio que lhes permita manter o negócio nos tempos mais conturbados” diz Lonnie. É importante, segundo o consultor, que quando um objectivo é definido que o produtor se comprometa e se discipline a atingi-lo.
Antes definir qualquer objectivo, use todos os recursos ao seu dispor para criar uma análise financeira completa da exploração e do ambiente que a envolve, incluindo também a projecção da industria e do seu comprador de leite. Determine quais são as suas fraquezas e só depois de fazer esta análise extensa determine o objectivo financeiro que pretende atingir.

Objetivos financeiros:

1. Fundo de maneiro = igual ou superior a 50 % das despejas anuais.

o O fundo de maneiro é uma medida da liquidez financeira da exploração. É um indicador financeiro e designa o conjunto de todos os valores ativos e passivos associados às transformações cíclicas de curto prazo e cujo destino normal no final de cada ciclo de exploração é a sua reutilização em novos ciclos. Por outras palavras, o fundo de maneio mais não é do que a parte do activo circulante ligado às actividades de exploração mas que está fora das exigências de curto prazo dos credores podendo ser calculado como a diferença entre o Ativo Circulante (ou Corrente) e o Passivo de Curto Prazo (ou Corrente).(Enciclopédia Knoow)

2. Propriedade da empresa = mais de 50 %

o O produtor deve possuir mais de 50 % das ações da empresa, caso o credor tome posse da maioria, o produtor deixa de ter o poder de decisão. (no caso da exploração estar associada a um credor)

3. Retorno sobre os ativos = igual ou superior a 6%

o Indicador de análise financeira que mede o lucro gerado pelo uso dos ativos da empresa. Este indicador pode ser calculado como sendo o quociente entre o lucro líquido obtido pela empresa e os seus ativos totais.

4. Retorno sobre o património liquido = igual ou superior a 16%


o O retorno sobre o património mede a rentabilidade do negócio. Esta percentagem indica qual o lucro que é gerado por cada € de património liquido.

5. Rácio de despesa pela receita = inferior a 65 %

o Se a operação não consegue atingir um rácio de despesas VS receitas inferior a 65 % o produtor deve reavaliar as suas práticas agrícolas. A eficiência é fundamental na redução deste rácio.

6. Retorno para a familia = inferior a 10%

o A percentagem de receitas que se destina à manutenção familiar deve ser inferior a 10 %. Se os registo sindicarem que esta tranche é superior a 10%, deve ser reavaliado o número de pessoas que está dependente da exploração.

É aconselhado, no artigo, que os produtores calculem estes rácios de uma forma regular e os comparem com os padrões do sector. Ao conhecerem o panorama dos seus custos e receitas serão capazes de tomar decisões mais apropriadas quando estiverem perante situações inesperadas. Não devem ser esquecidos os riscos não financeiros de uma exploração de natureza leiteira, é importante estar consciente da influência que estes poderão ter na operação.
O produtor pode transferir o custo de vários acontecimentos indesejáveis para as companhias de seguros. Ao investir em vários tipos de seguros o produtor salvaguarda-se para alguns dos acontecimentos inesperados que podem ocorrer, como por exemplo os desastres naturais.

Os produtores são sobrecarregados com um imensurável número de responsabilidades no negócio agrícola. Wells indica que as tarefas principais do produtor se podem classificar da seguinte forma: “O produtor é o manager da produção animal e agrícola, o financeiro, do marketing, dos riscos, e dos recursos humanos”. Por a grande maioria dos produtores não conseguir ser “exímio” em todas estas tarefas, Wells recomenda que sejam aproveitados os serviços de consultadoria.

Este artigo é finalizado com a seguinte observação:

“Para conseguir um balanço financeiro “à prova de bala” o produtor deve sempre estar na vanguarda da tecnologia e ponderar a opinião dos especialistas das diversas áreas.”

Sara Kitchen é estudante na Universidade de Penn State escritora freelancer.

Este artigo é original da Progressive Dairyman e foi traduzido e adaptado pela equipa do MilkPoint




0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.