FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Diarreias provocadas por E.coli nas vitelas

As diarreias estão presentes no dia a dia de muitas explorações leiteiras, sendo a principal causa de doença em vitelas leiteiras e podendo chegar a índices superiores a 50% de mortalidade (na maioria dos casos, pela desidratação).
Os animais que se recuperam clinicamente na maioria das vezes apresentam queda no desempenho, baixa eficiência no aproveitamento de alimentos e queda de imunidade, favorecendo o aparecimento de outras enfermidades. Os agentes infecciosos mais comumente encontrados são bactérias, protozoários, vírus, verminoses etc. Para o diagnostico mais preciso recomendam-se os exames laboratoriais.

A Escherichia coli é uma bactéria que habita a flora intestinal das vitelas e sob qualquer fator que cause a queda na imunidade ela prolífera, causando uma enterite que ocorre normalmente nos primeiros dez dias de vida do animal. Quando a diarreia é associada com estirpes enterotoxigênicas de E. Coli há um grande aumento de secreção de líquidos devido à presença de enterotoxinas, com lesões menores da mucosa intestinal.

Os animais apresentam-se com sinais evidentes de diarreia clara ou esbranquiçada, forte desidratação, falta de apetite e ainda podemos encontrar febre e cólicas.

Para o tratamento deste tipo de diarreia é recomendado o uso de um potente antibiótico de rápida acção dos quais são exemplos a Enrofloxacina a 10% e a Marbofloxacina. Estes apresentam uma ótima eficácia no controlo do agente bacteriano, mas devem ser considerados outros importantes fatores que podem levar o animal a morte mesmo recebendo a antibioticoterapia adequada, sendo eles: Promover a reidratação e correção da acidose metabólica do animal com soluções próprias para este fim (eletrólitos com correctores de pH metabólicos), além de combater a produção de enterotoxinas, febre e dor com o uso de anti-inflamatórios não esteróides dos quais é exemplo a Flunixina Meglumina que possui uma ação potente e que não causa a queda da imunidade do animal.

Quando falamos em prevenção um fator muito importante é a administração do colostro no tempo, volume e qualidade ideais para todas as vitelas. Outro fator que se mostra muito importante e muitas vezes negligenciado é um eficaz programa para o controlo de moscas no ambiente. Não deve também ser ignorada uma rigorosa higiene das instalações e dos equipamentos utilizados (Consulte também o artigo: “O correto desenvolvimento dos recém-nascidos começa no básico: A Higiene”) principalmente na alimentação dos animais. Também de ressaltar que o uso de vacinas nas vacas em períodos que antecedem o parto pode ser mais uma boa forma de prevenção.

Fontes: Tratamento das diarreias causadas por Escherichia coli em bezerras, publicado por Bayer Saúde Animal no MilkPoint Brasil.
Constable P., Antimicrobial Use in the Treatment of Calf Diarrhea, J Vet Intern Med 2004;18:8–17

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.