FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Marbofloxacina: sensibilidade das bactérias isoladas a partir de bovinos com a síndrome respiratória bovina e mastites

*Artigo baseado no artigo da Veterinary Record 2012; 170(2): 53

Numa época em que a utilização de antibióticos em medicina veterinária sofre desafios constantes, este trabalho fornece dados sobre a evolução da sensibilidade à marbofloxacina de estirpes patogénicas envolvidas em doenças dos bovinos adultos.
O presente trabalho descreve um levantamento realizado na Europa, entre 2002 e 2008, sobre a sensibilidade de bactérias isoladas de casos de síndrome respiratório bovino (SRB) e mastite nos bovinos à marbofloxacina.


As fluoroquinolonas injetáveis têm duas indicações principais nos bovinos adultos: a síndrome respiratória dos bovinos (SRB) e a mastite clínica aguda causada por Escherichia coli. Para os veterinários que trabalham com bovinos, a avaliação sistemática da sensibilidade antibiótica dos agentes bacterianos nem sempre é praticável. Assim, o conhecimento da distribuição da sensibilidade entre as bactérias patogénicas e das alterações dessa sensibilidade ao longo do tempo, é um instrumento importante de auxílio à escolha criteriosa de antibióticos.

Desenvolvimento do estudo:

As estirpes foram isoladas a partir de animais com evidências de doença aguda, antes de serem submetidos a qualquer tratamento.

O levantamento começou a ser realizado desde 1994, em oito países europeus, (França, Alemanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Espanha, Itália e Irlanda) através um programa de monitorização

Entre 2002 e 2008 foram isoladas 3851 estirpes diferentes, e, para estas foram determinadas as concentrações mínimas inibitórias (CMI) de marbofloxacina seguindo as orientações do Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI).



Resultados:

• Sensibilidade das bactérias envolvidas no SRB

Entre os microrganismos patogénicos respiratórios, os isolados de Pasteurella multocida (751 estirpes) e de Mannheimia haemolytica (514 estirpes) apresentaram uma sensibilidade elevada à marbofloxacina (CMI ≤0,03 μg/mL (77,39% das estirpes) e os isolados de Histophilus somni (73 estirpes) demonstraram uma sensibilidade muito elevada à marbofloxacina (CMI 0,008 a 0,06 μg/mL). Para o Mycoplasma bovis (171 estir-pes) a CMI teve valores entre 0,5 e 4 μg/mL.



Figura 1: Distribuição da CMI da marbofloxacina para os isolados de Pasteurellaceae de casos de IBR europeus entre 2002 e 2008.


Sensibilidade das bactérias envolvidas na mastite clínica aguda:

98.22 % das estipes de E. coli identificadas foram classificadas como sensíveis à marbofloxacina.

Entre os microrganismos causadores de mastites, a maioria dos isolados de E. coli (95,8 % das 617 estirpes) apresentou uma sensibilidade elevada à marbofloxacina (CMI=0,008 a 0,06 μg/mL) e duas pequenas subpopulações verificaram uma sensibilidade reduzida (CMI=0,12 a 1 μg/mL) ou eram resistentes (CMI=4 a 32 μg/mL).
No período considerado, 99,30% dos isolados de S. aureus mostraram sensibilidade à marbofloxacina (CMI ≤ 1 μg/mL). A CMI para estas estirpes causadoras de mastites foi de 0,25 μg/mL, constituindo uma população única.
Globalmente, 99,29 % das estirpes de Staphylococci coagulase-negativos que foram testadas ao longo do período de cinco anos eram sensíveis à marbofloxacina.
Streptococcus uberis (660 estirpes) e Streptococcus dysgalactiae (217 estirpes) apresentaram uma sensibilidade moderada, com uma CMI centrada em 1 μg/mL.



Conclusões:
Este levantamento epidemiológico permitiu dar a conhecer parte dos padrões de sensibilidade à marbofloxacina de microrganismos patogénicos envolvidos no SRB ou nas mastites.





Bibliografia

Meunier D. Acar J. F., Martel J. L., Kroemer S & Vallé M. (2004) Seven years survey of susceptibility to marbofloxacin of bovine pathogenic strains from eight European countries. International Journal of Antimicrobial Agents 24, 268-278.
Giboin G., Kroemer S., Galland D., Woerhle F. (2011) Long term epidemiologic survey of sensitivity to antimicrobials of pathogens involved in mastitis, respiratory or digestive disorders in European cattle (1995-2008). Proceeding EBF Marseille.
Kroemer S, Galland D, Guérin-Faublée V, Giboin H, Woehrlé-Fontaine F. (2012) Survey of marbofloxacin susceptibility of bacteria isolated from cattle with respiratory disease and mastitis in Europe. Vet Rec. 2012;170(2):53.




 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.