a carregar...
Fechar
Subscreva a nossa newsletter

É só registar-se! Recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente no seu e-mail. É gratuito.

Mastites de verão - 4 pontos a não esquecer!

publicado em 22-09-2016

Comente!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A mastite de verão é um termo para o tipo de mastite que tende a ocorrer durante os meses mais quentes em vacas secas e novilhas em pastagem. A sua propagação está ligada a insetos voadores e é causada por um número de variedades bacterianas, especialmente Streptococcus pyogenes e Arcanobacterium pyogenes.
 


Sintomas

Os sintomas iniciais são, um quarto doloroso e inchado, e pode ser facilmente identificado por observação cuidadosa, especialmente quando as moscas se tornam atraídas para as secreções amarelas com cheiro desagradável. Se deixada sem tratamento, as toxinas bacterianas irá danificar irreversivelmente os tecidos do úbere. Outros sinais  são o inchaço das pernas traseiras, letargia e obviamente o aborto e até mesmo a morte.

TRATAMENTO E CONTROLE

O tratamento é na maioria das vezes através de remoção regular e repetida do quarto afectado, tanto quanto possível afetados, seguido de antibióticos intra-mamária e uma injeção de antibióticos para combater os efeitos sistêmicos de toxinas bacterianas. Novilhas e vacas com mastite verão são  isoladas para evitar a propagação da doença.

A mastite de verão pode ser evitada através de diversas medidas:
  • O uso de selantes na extremidade do teto e boas medidas de higiene na secagem são medidas que evitam as mastite de verão. 
  • A implementação de medidas para controlar e minimizar a exposição às moscasdevem ser implementadas desde o início da época de calor. São exemplos os pour-on ou o uso de tags.
  • Manter um bom estado do teto na  pré-secagem e uma boa alimentação da vaca seca 


O artigo é do AHDB adaptado pela equipa do MILKPOINT 

Avalie este conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie o seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo no seu e-mail?

Receber os próximos comentários no meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento da MilkPoint.PT.

Consulte a nossa Política de Privacidade