FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA PASSWORD SOU UM NOVO UTILIZADOR

Vacas produzem leite diferenciado e em maior quantidade para fêmeas, diz estudo

A evidência mais recente desta relação é o resultado de um estudo conduzido por uma equipa liderada por uma bióloga ligada à Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

A pesquisa é destaque na revista científica PLOS One e mostrou que, no caso de vacas, o sexo da cria influencia a produção do leite materno assim que este nasce.

O estudo analisou a produção de leite de 1,49 milhões de vacas durante o período de dois ciclos de lactação considerados 305 dias. Nesses dois períodos, as vacas produziram, em média, 445 litros a mais de leite quando a cria era fêmea em comparação com quando o vitelo era macho.

Mas outros estudos também reiteram a relação sexo da cria versus leite produzido, mostrando que, geralmente, os vitelos recebem leite com mais proteína ou gordura na sua composição (logo, capaz de gerar mais energia), e fêmeas, em maior quantidade. O mesmo se repete com humanos e macacos.

A razão ainda não é totalmente conhecida da ciência, e por isso, existem diversas teorias para tal acontecimento.

"Poderia ter uma relação com a adaptabilidade da cria, já que no caso das fêmeas, receber mais leite das suas mães permitia-lhes chegar antes à idade reprodutiva", disse a bióloga líder do estudo, Katie Hinde.

"Enquanto o aspecto nutritivo do leite materno é razoavelmente bem replicado nestas fórmulas, os fatores imunológicos e os constituintes hormonais do leite ainda não são", explicou.

As informações são do diariodigital.sapo.pt, adaptadas pela Equipa MilkPoint.

 

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint.PT, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANTÓNIO MANUEL LIMA MARTINS

CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 02/04/2014

Obrigado pela partilha do artigo original.

Um optimo tema
ANA FERNANDES

ALENQUER - LISBOA - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 25/03/2014

Obrigada pela partilha, Professor!

O artigo original destaca a importância económica destes resultados, nomeadamente  a utilização de sémen sexado em novilhas, uma vez que influência as lactações seguintes. Leitura recomendada!
ANTÓNIO LUIZ GOMES

SANTARÉM - SANTARÉM - PESQUISA/ENSINO

EM 25/03/2014

DAVID GAGO DA CÂMARA DIAS PEREIRA

PONTA DELGADA - AÇORES - MÉDICO VETERINÁRIO

EM 22/03/2014

Um tema muito pertinente, que requer mais aprofundamento.

Realmente o semen sexado podera ser uma solucao, ou para o caso do uso da transferencia de embrios, a sexagem embrionaria por biopsia.
JOSÉ FERRÃO

LISBOA - LISBOA - MÉDICO VETERINÁRIO

EM 18/03/2014

será mais um motivo para se utilizar sémen sexado de fêmeas em novilhas?